O PRINCÍPIO DE PARETO E COMO COLOCÁ-LO EM PRÁTICA NA SUA EMPRESA

 Em Marketing

16_9 II

Para você, mais esforço equivale a mais resultado?

É muito comum as pessoas pensarem que 50% das causas = 50% dos resultados. Porém, há muito já se sabe que não é bem assim.

Hoje vou falar um pouco sobre Pareto, e como esse princípio está presente nos negócios e no nosso dia-a-dia. Confira!

QUEM FOI PARETO?

Pareto (Vifredo Pareto 1848 – 1923) foi um economista Italiano. Uma de suas maiores contribuições foi um estudo econômico em 1906, onde observou que 80% de toda a riqueza da Itália pertencia a 20% da população.

O princípio foi percebido alguns anos depois pelo especialista de qualidade Joseph M. Juran, o chamando de “lei de pareto (ou princípio de Pareto)” em homenagem ao economista. A lei diz que 80% das consequências advêm de 20% das causas.

DIAGRAMA DE PARETO

O diagrama de Pareto é um recurso gráfico usado para manter o controle nas causas de perdas, e também uma técnica que auxilia na decisão de prioridades em relação a um grande número de problemas.

Os dados sobre as causas e efeitos são colocados em uma tabela que mostra a influência de cada causa no total dos efeitos. Feito isso, as informações são apresentadas num gráfico que é dividido em 3 classes:

  1. Problemas de maior importância (20%)
  2. Problemas consideráveis (30%)
  3. Problemas com pouca influência (50%)

O diagrama é composto de colunas que vão de maior à menor importância. Sendo mais fácil para todos a visualização dos problemas mais graves.

Neste tópico vou falar brevemente sobre como funciona, e no próximo artigo me dedicarei exclusivamente sobre como criar um Diagrama de Pareto, usando como exemplo uma agência de viagens fictícia.

COMO APLICAR NOS SEU NEGÓCIO

Para aplicar no seu negócio, é importante que você tenha algum controle dos dados, mensurando tudo o que diz respeito aos fatores (tanto de problemas como produtividade) e resultados.

   NA PRODUTIVIDADE

É comum pensar que para ser produtivo só é preciso trabalhar mais. Aí então, ao final do dia você olha sua lista de afazeres e não tem certeza se rendeu, ou o que rendeu.

Não conseguir identificar de quais atividades vêm os 80% de bons resultados é a principal barreira para a produtividade e para poupar o tempo.

Essa regra nos permite priorizar um número pequeno de itens que são capazes de produzir grande resultado.

“20% dos esforços = 80% dos resultados” e “80% dos esforços = 20% dos resultados”. Qual desses você faz?

   NA QUALIDADE

Muito usado nesse setor, o diagrama de Pareto é considerado uma das 7 ferramentas da qualidade.

Se 20% das causas = 80% dos resultados, quando falamos de qualidade 20% das causas = 80% dos problemas.

Sabe aquele problemão sempre frequente, que você não faz ideia de como surgiu? Que tal procurar a causa nos 20%? Nem sempre a maior parte das causas equivale a maior parte dos problemas.

 

O QUE FAZER COM OS 80%?

Não é necessário excluir os 80% de causas, ou simplesmente ignorá-los. Problemas insignificantes, quando empurrado com a barriga por um tempo longo acabam se tornando uma bola de neve.

O ideal é refazer o diagrama, e analisar novamente qual o principal problema, sempre que os problemas “20%” forem solucionados.

O PRINCÍPIO 80/20

“Não é necessário fazer coisas extraordinárias para obter resultado extraordinário”- Warren Buffet

Entre outras coisas, Pareto nos mostra como criar mais com menos, usar melhor seu tempo, e definir prioridades.

Princípio 80/20:

  1. Lei do foco (menos é mais)
  2. Lei do progresso (criar mais com menos)

Essa regra pode ser aplicada para praticamente qualquer coisa! Se soubermos quais são os objetivos que queremos, é possível descobrir caminhos mais curtos e mais produtivos. Porém precisamos ter em mente que mais esforço nem sempre resulta em melhor recompensa.

  • Em um negócio, 20% dos clientes representam 80% dos lucros;
  • 80% dos usuários de computador usam apenas 20% dos recursos disponíveis;
  • Mais de 80% das descobertas científicas são realizadas por 20% dos cientistas;
  • Onde quer que você esteja, 20% das nuvens produzirão 80% das chuvas;
  • 80% do tempo, usamos apenas 20% de nossas roupas;
  • 80% do seu sucesso vem de apenas 20% do seu conhecimento e habilidade;
  • 80% da sua importância para as outras pessoas, tem origem de 20% do que você faz.

E no seu negócio, consegue pensar em um exemplo semelhante? Naquela campanha de marketing que puxou muito mais resultado do que as outras, só por causa de uma elemento diferente? Naquele grupinho de funcionários que de olhos fechados conseguem render mais que algum setor inteiro?

Se pergunte sempre qual o diferencial entres os 20 e 80% das causas.

   TODA A REGRA TEM EXCEÇÕES

É claro, nunca será sempre 80/20

  • Menos de 20% de todas as músicas gravadas são tocadas mais de 80% das vezes;
  • Na indonésia, em 1985, chineses residentes correspondiam a 3% da população e detinham 70% das riquezas.

As vezes são número aproximados, mas o que realmente importa para nós não são os números exatos ao Princípio de Pareto, mas sim que esse princípio estabelece que a maior parte das consequências é causada por um número relativamente pequenos de causas.

Descobrindo os 20% de causa que realmente são relevantes e manter o foco neles, é possível obter ótimos resultados, além de poupar tempo e energia que seriam dedicados somente a atividades que não geram tanto retorno.

No próximo artigo irei fazer um exemplo prático de como montar um Diagrama de Pareto, não perca!

Se você gostou do post de hoje, confira também esse artigo sobre o grande empreendedor Warren Buffet.

Grande abraço, e até a próxima.

Fontes:

http://www.trf5.jus.br/downloads/Artigo_22_Analise_de_Pareto_Passo_a_Passo.pdf

http://www.portal-administracao.com/2014/04/diagrama-de-pareto-passo-a-passo.html

 

Bianca Tamy
Trabalha na Envision Tecnologia com marketing de conteúdo relacionado à turismo e negócios. Tem o propósito de ajudar os profissionais da área em tudo o que estiver ao alcance em todas as etapas possíveis.
Artigos recomendados
Showing 8 comments
  • Pedro Cássio
    Responder

    Muito boa essa dica, ouço falar dessa lei de Pareto desde de quando comecei a trabalhar com vendas, mais nunca avia visto nem um artigo sobre isso bom parabéns para escreveu.

    • Ana Karoline Sousa
      Responder

      Fico feliz que tenha gostado do artigo, Pedro!
      Abraços!

  • Reinoldo
    Responder

    Confesso que não conhecia o diagrama de Pareto. Achei muito bem explicado. Parabéns!

    • Ana Karoline Sousa
      Responder

      Muito bacana, né?
      Fico feliz que tenha gostado do artigo. Abraços! :)

  • Valeria Dantas
    Responder

    São muito falado esse principio, e pior que mais que certo.

    • Ana Karoline Sousa
      Responder

      Realmente, o Princípio de Pareto é bastante comentado e faz uma grande diferença quando aplicado em negócios.
      Abraços. :)

  • Isabela
    Responder

    Muito bom Artigo adorei sua explicação sobre o diagrama de Pareto

    • Ana Karoline Sousa
      Responder

      Que bom que gostou do artigo, Isabela! :)

Deixe um comentário