Anti- metas – Tornando sua rotina de trabalho mais produtiva

 Em Marketing

Você já ouviu falar sobre o conceito de “anti-metas”? No artigo de hoje você vai entender melhor o que são e como elas podem tornar sua rotina de trabalho mais produtiva!

 

Entendendo que são anti-metas?

Para programar o seu dia no trabalho, é comum criar uma lista com todas as tarefas diárias, correto? Ao contrário do tradicional, as anti-metas sugerem que façamos uma lista de coisas a evitarmos em nosso cotidiano. Parece estranho, porém funciona!

O conceito de anti-meta ficou conhecido pelo empreendedor Andrew Wilkinson em seu artigo “The Power of Anti-Goals, onde ele lembra que a ideia da reversão já existe há tempos, como dizia Charile Munger. Segundo Munger, “grande parte do sucesso na vida e nos negócios vem da consciência daquilo que você deve evitar: morte precoce, um casamento ruim etc”.

Baseado nessa ideia, Wilkinson criou uma lista com os itens que tornariam seu dia o pior possível:

  • Cheio de longas reuniões
  • Calendário lotado
  • Lidar com pessoas de quem não gosta/ confiamos
  • Dever coisas para as pessoas / não estar no controle / obrigações
  • Ter que estar no escritório
  • Viagens a trabalho
  • Cansaço

E a partir dessa lista, criou uma nova com as anti-metas:

  • Não marcar uma reunião presencial se ela puder ser realizada online
  • Não ter mais que duas horas agendadas no calendário por dia
  • Não ter compromisso de negócios com pessoas que não gosta/confia
  • Nunca desistir de assumir o controle de nossos negócios, sem favores de pessoas que possam precisar de algo da gente
  • Trabalhar de cafés em frente parques, onde possa ir e vir sem incômodos
  • Vídeo-conferências ou custear o transporte para que pessoas venham até nós
  •  Nunca marcar reuniões pela manhã, dormir mais quando necessário

 

Crie a sua lista de anti-metas!

Agora que você entendeu sua origem e como funciona, chegou a hora de fazer a sua própria lista de anti-metas! Você pode seguir o exemplo, começando com uma lista de afazeres que você não gosta e a partir deles criar suas anti-metas. Muitos empreendedores utilizam essa fórmula e a consideram mais funcional do que uma lista de afazeres “comuns”.

 

E você, o que achou da ideia?
Deixe sua opinião nos comentários.

Abraços e até a próxima! :)

Fonte: https://blog.runrun.it/rotina-de-trabalho/

Ana Karoline Sousa
Formanda em Publicidade e Propaganda, atua na área de marketing relacionado a turismo. Apaixonada por música, gatos e nerdices, acredita no poder da comunicação e da inovação.
Artigos recomendados

Deixe um comentário