4 dicas para melhorar o e-commerce da sua agência de viagens

 Em Marketing, Tecnologia

12_02 II.fw
Você que trabalha com turismo e possui um e-commerce as vezes nota que suas conversões não estão aumentando? Isso pode ser causado por algum detalhe que pode ser facilmente resolvido. Pensando nisso, fizemos esse artigo com algumas dicas para resolver problemas simples e melhorar a interação do usuário com o site, convertendo mais vendas. Espero que gostem!

O comportamento do turista

O turista atual é completamente influenciado pela internet! De acordo com pesquisas realizadas pelo Google, toda a inspiração do viajante ao pesquisar o destino é feita online. Cerca de 38 pesquisas na web, pesquisas em 380 sites, média de 5 vídeos são feitas em média no período de 60 dias antes de escolher o destino, e em média 87% dos acessos são feitos via disposivitivo móvel. Você pode ler mais sobre o perfil do turista clicando aqui.

Sabendo dessas informações, listamos alguns passos que recomendamos alguns passos para que, quando o lead visitar o site da sua empresa não fique indiferente:

 

1- Design do site

No mundo online, a primeira impressão é a que fica! Na verdade, em qualquer setor de vendas a estética é crucial e a internet só evidencia isso. Vamos a um exemplo simples: você resolve sair para fazer compras e vê duas lojas que vendem os mesmo produtos, porém com a estética totalmente diferente; uma com produtos organizados, aparência bem cuidada e cores em harmonia. Já a outra totalmente o contrário, produtos desorganizados, com aparência desleixada e o tradicional excesso de informações. Qual é mais atrativa para você?

Obviamente escolheria a primeira loja, e falando de e-commerce não seria diferente. Por esse motivo, o design do seu e-commerce é essencial! Harmonia entre cores, fontes e imagens deixando o seu layout com uma aparência agradável aos olhos é indispensável! Deixe essa etapa com um profissional e entenda que menos acaba sendo mais. Alguns sites tem aquela aparência poluída, lembrando os clássicos “flyers de balada”, que tem tantos elementos juntos que não sabemos para onde olhar e no final nenhuma informação é passada. Opte por algo mais simples e funcional!

 

2-  Fácil usabilidade

Depois de ter cuidado de todo o design do site vamos falar sobre a usabilidade do seu e-commerce. Além de um layout limpo, o seu site deve ter fácil navegação. Se ao visitar a página o usuário não entender de primeira onde encontrar a opção que procura, ele provavelmente vai abandonar o site e buscar a informação em outra página. As informações devem estar claras, para que qualquer pessoa, inclusive leiga, não tenha dificuldades ao navegar. Lembrando também que é bom evitar itens muito pesados que demoram a carregar, isso atrapalha muito o número de conversões! Você pode ler um pouco mais sobre a importância da agilidade no seu e-commerce aqui.

 

3- Site responsivo

Já foi a época que era necessário estar em um computador de mesa ou mesmo um notebook na mochila para fazer pesquisas e consolidar compras. Hoje, quem não tem um smartphone, que é muito mais prático do que ambos? O número de vendas feitas via dispositivos móveis vem crescido absurdamente, inclusive no setor de turismo, e seria um erro muito grande não adaptar o seu e-commerce a essa evolução. Pesquisas comprovaram que 67% dos turistas de lazer e 78% dos turistas de negócios fazem compra de passagens e pacotes de viagens por meio de smartphones, além do que, o recurso mobile-friendly influencia no ranqueamento do Google!  Depois de saber desses dados não tem como deixar para lá, né?

Você pode optar pelo design responsivo (modelo adaptável, que pode ser acessado por qualquer computador ou dispositivo) ou pelo design móvel (modelo destinado somente a acessos via dispositivos móveis).

Para saber um pouquinho mais sobre a porque sua empresa precisa de um site responsivo, leia o artigo que fizemos sobre o assunto! Basta clicar aqui.

 

4- Clareza nas informações

Clareza nas informações também é fundamental! Um dos motivos que também influencia na conversão de vendas é se os serviços oferecidos estão bem explicados. Tente solucionar todas as dúvidas dos clientes por meio de informações contidas no site e lembre-se de especificar muito bem todos os serviços oferecidos. Por exemplo: ao selecionar um pacote, tente detalhar sobre todos os pontos importantes, tarifação, cobrança de juros, horário a chegar com antecedência, além de incluir fotos realistas das acomodações. Não esqueça de deixar o contato da sua agência de viagens, como telefone e e-mail, não esquecendo de linkar as redes sociais. Isso ajudará muito a passar credibilidade ao cliente!

 

Por hoje ficamos é isso! Espero que tenham gostado.
Deixe sua opinião nos comentários!

Abraços e até a próxima! :)

 

 

Ana Karoline Sousa
Formanda em Publicidade e Propaganda, atua na área de marketing relacionado a turismo. Apaixonada por música, gatos e nerdices, acredita no poder da comunicação e da inovação.
Artigos recomendados

Deixe um comentário